Pular para o conteúdo

Autoconfiança: O que é, dicas e exercícios para ter autoconfiança

O remoer sobre o que pensam de nós é algo que incomoda a todos. Para uns mais e para outros menos. Com certeza isso afeta diretamente a nossa autoconfiança.

Este conteúdo vou falar sobre:

  • O que é autoconfiança
  • Porque temos baixa autoconfiança?
  • Como ter autoconfiança?
  • Exercício para ter autoconfiança

O que é autoconfiança

Sendo bem direta, a autoconfiança é a sua capacidade de acreditar em si mesmo.

A autoconfiança está relacionada com o quanto você acredita estar preparado para as batalhas que vai enfrentar diariamente. A sua autoconfiança é o quanto você acredita que outras pessoas colocariam a vida delas em suas mãos, se fosse preciso.

Entenda o que é confiança. Essa palavra vem do latim confidere, que significa acreditar plenamente e acreditar com firmeza. Fidere deriva de fides, que significa, fé. Podemos dizer que alguém que tem confiança é alguém que segue em frente com muita fé.

É fantástico entender o significado das palavras, pois assim começamos a ter mais clareza sobre nós mesmos.

Por que temos baixa autoconfiança?

Bem, vamos considerar aqui baixa autoconfiança de pessoas “aparentemente” normais, ou seja, pessoas que não estejam passando ou que passou por algum trauma sofrido no passado.

Ficou claro?

Vamos  considerar, também, dois padrões de comportamento para explicar por que algumas pessoas têm baixa autoconfiança:

PREOCUPAÇÃO COM O QUE FALAM DE VOCÊ

Muitas pessoas não querem que falem delas, nem mal e nem bem. Outras morrem de medo das críticas e julgamentos. Literalmente elas têm pavor de imaginar que alguém fala delas.

Sempre que nos preocupamos com o que vão falar de nós, temos a nossa autoconfiança reduzida. A preocupação do que irão falar ou pensar de você é manifestação do seu EGO.

A sua autoconfiança começará a subir quando você tiver a consciência desse seu ego falando mais que a sua essência. Esta subirá quando você experimentar fazer o seu melhor. Em suas ações, seu erro acarretará aprendizado e seus acertos e celebração, mas nunca se deixe parar pelo que possam pensar de você.

Você jamais terá o controle sobre o que pensam e falam de você. Então não foque no que podem estar pensando a seu respeito. Foque no que você pensa sobre si mesmo.

TUDO COMEÇA DO QUE VOCÊ É BOM

Todos nós somos bons em alguma coisa e ruins em outras. O que traz a baixa autoconfiança é que quando desejamos ser “top” naquilo em que não somos bons. Eu, por exemplo, sou terrível em batucar uma música. Portanto não penso em ser “top” nesse quesito.

Por outro lado, quantas vezes forçamos a barra para provar para alguém que somos capazes de algo, ou para sermos reconhecidos no grupo, ou para agradar a alguém, ou pelo fato de acharmos isso bonito ou importante porque vimos outro fazer?

Nesse momento, dê uma pausa…

Identifique no que você é bom. Lembre-se que tudo começa de um ponto, daquele em que você é bom. Potencialize isso sempre. Use isso para minimizar o que você não é bom ou que não domina.

E, claro, aqui deve haver o bom senso! Caso você precise melhorar algo em você para alcançar o que deseja vai valer o seu esforço. Porém, não gaste essa energia sóporque as pessoas querem ou para agradá-los.

Como ter autoconfiança?

Seguem dicas pessoais que eu uso e que coloco em prática na minha vida e tem dado muito certo:

Viva para si e não para o que pensam de você

Olhe com mais compaixão para si mesmo. Seja você, hoje, a sua melhor versão. Faça hoje melhor do que fez ontem. Você precisa ir atrás dos seus sonhos, das suas metas, daquilo que realmente quer e te faz feliz.

É importante que você queira fazer uma diferença positiva na vida dos outros, mas nunca coloque o termômetro do seu bem-estar na opinião alheia, no que o outro vai achar do que você faz.

Não compare você com ninguém

Comparar-se com os outros é uma grande armadilha, pois a gente costuma se comparar com o que o outro tem de melhor, ou pelo menos só com o que o outro mostra, com o que ele nos deixa ver.

É muito injusto com você mesmo se comparar com alguém. A única comparação recomendável e saudável é aquela que é feita só consigo mesmo. Como eu estava ontem? Quanto eu melhorei hoje? Como eu estou hoje? Quanto poderei melhorar amanhã?

Não busque pela perfeição

A perfeição é uma fantasia que só atrapalha. Faça o seu melhor sempre, mas fuja da vontade de ser perfeito. Se a perfeição existisse e todos chegassem a ela, você não teria as qualidades únicas que são o diferencial da sua marca.

Movimentar

É como andar de bicicleta! O equilíbrio se dá no movimento. A vida é movimento. Parar nunca é uma ideia razoável quando você quer continuar e progredir.

Sugestão de leitura: Movimento: A cabeça não aguenta se você parar

Celebre conquistas

Pense qual é aquela pequena ação que você poderá realizar hoje e que a deixará mais perto do seu objetivo? A execução, com sucesso, dessa pequena ação será importante para você aumentar o seu histórico de vitórias e a sua credibilidade em você mesmo. Finalmente, celebre essas pequenas vitórias!

Aprenda com erros

Reconheça os seus erros. Cada erro é um ponto de aprimoramento da vida.

Saiba lidar com os seus erros de maneira mais positiva e proveitosa. Para isso é preciso relaxar e não deixar que eles se tornem um tormento para você. Perdoe seus erros!

Exercício para ter autoconfiança

Este é um exercício simples e eficiente. Para dar certo você tem que praticá-lo.

Você precisa apenas de uma folha de papel A4 em branco e lápis ou caneta:

Divida a folha em duas colunas.

Na primeira coluna liste, sem julgamento ou crítica, tudo o que você acredita que seja suas qualidades, talentos, habilidades. Isso serão os seus RECURSOS.

Na outra coluna liste o que você acredita que seja algo que você tem a melhorar. Essa lista conterá as suas INTERFERÊNCIAS.

Depois de listado os seus recursos e interferências, pense em atitudes e ações que você pode realizar para minimizar as suas interferências.

Você não precisa ser bom em tudo. Você tem que ser bom naquilo que você precisa para alcançar o que deseja.

Todos os dias busque ter ações que maximiza os seus recursos para  minimizar as suas interferências. Todo hábito vem de aprender, praticar e repetir.

Ficou claro?