Pular para o conteúdo

O que fazer? Estou totalmente desmotivado!

Desmotivação: Muitas pessoas me procuram porque se sentem desmotivadas.

Desmotivadas com o seu profissional. Com o seu pessoal. Com os seus relacionamentos de amizade e com os seus familiares. Com o seu casamento ou namoro. Com a sua condição financeira. Desmotivado consigo mesmo. Eu diria até que com a sua própria vida.

Elas descrevem suas vidas como um verdadeiro marasmo. Elas chegam em meu “coachtório” sem vontade para nada…

E agora?

Desmotivação

Eu sempre digo a elas que a vida é daqui para frente. Direi o mesmo a você. E você, assim como elas, sempre me perguntarão de volta: Ok! Eu entendi. E como seguir daqui para frente se não tenho nenhum ânimo?

Eu acredito que toda “cura” está na ação. Ai você me pergunta de volta: Como ter ação?

Eu poderia escrever um livro para essa resposta, mas vamos focar na desmotivação. Fique comigo até o fim, pois eu garanto que o aprendizado que você terá mudará sua maneira de pensar.

Este artigo tratará sobre:

  • O que é desmotivação?
  • O que não é desmotivação?
  • Por que a desmotivação pode impedir você de chegar aonde você quer?
  • As 4 razões que fazem você ficar desmotivado.

O que é desmotivação?

Eu piro ao buscar no dicionário o significado das palavras e não entendê-lo imediatamente. No dicionário diz que desmotivação é o ato ou resultado de desmotivar. Não me disse muito!

Continuando a pesquisa veio a resposta de que a desmotivação é a perda da motivação…. Hum, preciso saber mais. A desmotivação é a ausência de motivação, de ânimo, de estimulo ou de vontade para fazer alguma coisa, desestímulo, desinteresse.

O que não é desmotivação?

Por que a desmotivação pode impedir você de chegar aonde você quer?

A desmotivação pode além do desânimo, leva-lo também à preguiça, à procrastinação e à falta de interesse pelas coisas. E dificilmente você irá chegar onde deseja dessa maneira, principalmente sem ver qual é o real motivo que faz você ter ação.

Então, sabemos que a falta de ânimo tira a nossa energia para agir. Porém precisamos entender a fonte do desânimo e o que poderá recarregar a nossa energia.

Você, desmotivado, vai perder facilmente o foco do que você quer ou deixar de focar naquilo que você controla.

Muitas coisas poderão ser fonte da sua perda de energia e, consequentemente, da sua desmotivação. O medo de não conseguir realizar as metas que planejou… Por isso a importância de termos metas tangíveis, mensuráveis, atingíveis e que gerem recompensa.

Um grande problema é a nossa tendência de não focar no agora, mas ficar na expectativa do que sempre virá.

A falta de reconhecimento pessoal ou profissional nos tira o ânimo. Por isso é importante você ter clareza de onde você está, e se nesse lugar você pode conquistar a sua liberdade, usar de seus talentos e conviver com pessoas otimistas.

Comece o reconhecimento de si mesma. Trabalhe todos os dias a sua autoestima e autoconfiança. Para sentir-se bem com você mesma, tenha sempre em mente aquilo tudo que já realizou e deu certo. Compreenda que você é capaz de bons resultados, por meios de boas estratégias.

Cansaço, dívidas, brigas constantes, ambiente pesado, desorganizado, insônia, etc. Eu poderia dar uma lista imensa do que pode nos deixar desmotivados. Com certeza você tem os seus vários motivos também. Busque sempre identificar a sua fonte de desmotivação. E compartilhe comigo, pois como coach desejo sempre ajudar você a focar no que quer e no que controla.

E o que pode ajudar a recarregarmos a nossa energia?

Primeiro, compreenda o que é motivação. A motivação é motivo para ação! Quando você está desmotivado você não está tendo motivo para ter ação.

Segundo, veja que louco! Você percebe que apesar do desânimo nós não perdemos totalmente o motivo para agir? Temos motivos para fazermos até o que não queremos fazer ou para fazer aquilo que parece ser desmotivação. Exemplos: você não tem motivo para estudar, mas tem para ficar nos games. Você não tem motivo para fazer dieta, mas tem para comer chocolate. Você não tem motivo para atividade física, mas tem para ficar assistindo Séries na TV.

Se você não faz algo que precisa ser feito é porque você não tem um motivo para fazê-lo.

Eu vejo que a fonte para recarregarmos a energia e sair da desmotivação vem dos motivos que temos para agirmos e termos atitude.

As 4 razões que fazem você ficar desmotivado

1. Acreditar que o que te motiva vai ser para sempre.

O que me motiva a querer ser coach é uma coisa, o que me motiva a continuar a ser coach é outra coisa. O que me motiva a fazer atividade física hoje, não é o que irá me motivar, no futuro, a continuar essa atividade. Isso não é muito claro para muitas pessoas, que acreditam que temos um único e fixo motivo para nos fazer agir. Por isso, que muitas vezes você desanima. O motivo para começar é um e o motivo para continuar é outro. Nós precisamos o tempo todo de novos motivos para ter ação.

Ficou claro? Fez sentido para você?

2. Não fracionar seus grandes sonhos

Devemos ter sonhos de vários tamanhos. Porém, os sonhos grandes precisam ser fracionados para manter a força de atração para querermos realizá-lo.

E a cada conquista dessas pequenas partes devemos celebrar e comemorar. A cada conquista que tiver na realização desse grande sonho você terá novas motivações, ou seja, novos pequenos motivos para agir. Ao fracionar o seu grande sonho, você terá pequenas frações que irão gerar força magnética para atrair você a realização do seu sonho maior.

3. Tudo será realizado no futuro

Nós temos uma tendência a fazer projetos para começar algo que queremos, mas sempre pensando em algo lá no futuro, talvez muito longe. Exemplos: Semana que vem eu começo. Ano que vem, sem falta eu começarei a aprender uma segunda língua. Segunda eu começo firme na minha dieta. Amanhã, vou começar a acordar mais cedo e ter mais atitude…. etc. E, assim, tudo fica sempre para o futuro. Na verdade o que lhe falta é ter um motivo para move-se agora.

4. Não se comprometer com o processo que o levará ao que você quer.

Não basta querer ou sonhar. Tem que comprometer-se com todas as fases que implicam em você conquistar o que quer. Você precisa ter motivos para ter ação a cada fase desse processo.

Exemplo: Você quer emagrecer 5 kg em 2 meses. Se essa meta for possível, você também terá que comprometer-se com todas as fases que envolvem esse processo de emagrecimento, como a dieta, a atividade física, as horas de sono, etc.

Nós precisamos considerar também o jeito errado de agirmos e que nos desmotiva. Acreditar que no fim tudo dará certo. Terceirizar a nossa responsabilidade de fazer por nós mesmo.

O jeito certo de não ter mais desmotivação é ter sempre novos motivos para ter ação. A verdadeira “cura” está em termos ação. Lembre-se de focar no que quer e no que controla. Lembrar sempre que se não for você, quem será? Se não for hoje, quando será?

Viktor Frankl, psiquiatra que, na condição de prisioneiro de um campo de concentração nazista, escreveu um livro incrível chamado “Em Busca de Sentido”, dizia que quem tem um “porquê” enfrenta qualquer “como”.

Quem tem um “porquê” enfrenta qualquer “como”.

Viktor Frankl – Livro: Em busca de sentido

E se eu pudesse dar a você uma dica prática de sair desse desânimo eu verdadeiramente diria que, além de tudo o que já mencionei acima, você deve exercer, verdadeiramente, a GRATIDÃO. A dica é: tenha um caderno de notas, ou pode usar seu bloco de notas no celular. Todos os dias, ao se deitar, escreva três coisas pela qual você foi grato naquele dia. Faça essa prática virar um hábito.

Ficou claro?

E lembre-se: você é muito importante para mim.