Pular para o conteúdo

Liberdade: Como ter em suas mãos

O que é para você liberdade?

Ouvi, do meu pai, que somos seres livre e que a liberdade é uma conquista.

Isso verdadeiramente mexeu comigo…. Pensei e concordei, sou livre. Eu sou um ser livre! Porém a liberdade que desejo será sempre uma conquista.

Este é o assunto do post de hoje:

Somos livres

Eu sempre fiz analogia do ser livre que desejava ser, com os pássaros voando. Se eu tivesse a condição de voar como eles, eu seria livre.

E quando eu estudei os pássaros durante a minha graduação de biologia, compreendi que eles, apesar de voarem como eu desejava voar, não têm a liberdade que eu tenho. Eles, e todos os seus ancestrais, voam da mesma forma e são escravos de seus instintos.

Por outro lado, hoje eu posso voar de várias maneiras, diferentemente dos meus ancestrais que não voaram. Posso usar asa delta, paraquedas, avião, helicóptero etc. e sentir que estou voando de várias maneiras.

Descobri que querer ser um pássaro não me faria livre, pois apesar de voarem, e de cada espécie poder voar em níveis e alturas diferentes, eles não possuem a liberdade, que nós humanos possuímos.

Que liberdade é essa?

Foi aí que eu percebi que eu não precisava sofrer com a minha limitação humana de não poder voar naturalmente. Que todos nós, humanos, somos limitados, mas essa condição não pode nos aprisionar. Foi que entendi que os pássaros não são livres porque voam. Eles também são limitados e voam por que é assim a condição deles. Eles não podem tomar a decisão de escolher não voar hoje e apenas andar. E eu, como humana, posso fazer escolhas. Sou livre para fazer as minhas escolhas, desde que estejam ao meu alcance.

Todos nós somos, de alguma maneira, seres limitados. Mas essa condição não pode nos aprisionar. Diferentemente dos outros animais, que são prisioneiros de um instinto.

Eu e você não somos limitados apenas porque não voamos naturalmente. Somos limitados pela nossa condição social, pela cultura na qual fazemos parte, pela escolha da nossa religião, pelos compromissos que fazemos. Apenas não podemos perder a nossa liberdade. É preciso conhecer quais são os nossos limites.

Liberdade

Liberdade é uma conquista

Não podemos perder a nossa liberdade. A liberdade é uma conquista de cada um de nós.

Por isso é muito importante termos a consciência de quais são os nossos limites, pois assim não perdemos a nossa liberdade. O que nos limita não pode, e nem deve, nos aprisionar, e nem nos impedir de ser quem somos, e de viver da maneira que desejamos.

Conheça a si mesmo! Você tem inúmeras possibilidades! Saiba quais são os seus limites na vida que escolheu ter para si.

Decididamente a liberdade não é falar ou fazer tudo o que acha ou pensa. Você sempre poderá manifestar a sua opinião com liberdade, conhecendo os seus limites na sociedade em que está inserido, no grupo do qual você faz parte e nas escolhas que faz.

Essa nossa capacidade de escolhas é que nos faz seres livres. Porém, há um preço a pagar para fazermos escolhas. Ao haver mais de uma opção, toda escolha é dolorida, pois ao escolher uma coisa, a outra será descartada. Liberdade inclui a dor da escolha. Eu confesso que prefiro sentir essa dor do que não fazer escolhas.

Sou humana, livre, em busca de conquistar sempre o meu valor liberdade. E você?

Somos capazes de fazer escolhas e com isso sermos “portadores” da liberdade.

Desde que compreendi sobre limites deixei de querer ser um pássaro. Os pássaros, como já comentei, não podem decidir não voar ou fazer qualquer outra escolha. É do instinto deles voar. Já, nós seres humanos, podemos fazer escolhas. Outros animais são livres, limitados e não tem a liberdade de escolha para fazer diferente do que fazem.

Da mesma maneira que somos capazes de voar, mesmo que não tenhamos asas, temos a possibilidade de escolher de que maneira queremos viver.

Nós, humanos, podemos fazer diferente, argumentar, aperfeiçoar, e fazer hoje melhor que ontem.

Então eu pergunto a você: Para você o que é a liberdade? Somos de fato seres livres? No entanto, repito, a liberdade é uma conquista.

“Tudo me é permitido”, mas nem tudo me convém.

1 Coríntios 6:12

Se eu faço o que quiser, eu que assuma as consequências.

A mentira da liberdade é “faça apenas o que quiser e/ou apenas o que gosta e terá liberdade”. O discurso de que não faço isso ou aquilo para não perder a minha liberdade, é um tipo de atitude que gera autoengano. Essas pessoas não percebem que, ao não se comprometerem consigo mesmas e com aqueles com quem convivem, elas viram suas próprias prisioneiras.

E que fique claro, a liberdade não é fazer apenas o que gosta e quer. Se você fizer apenas o que deseja vai ficar prisioneiro, pois você não irá fazer nada de diferente do que já vem fazendo. Não irá conhecer os seus limites.

Fez sentido?

Será sempre a sua escolha…. é fazer quando quero ou não fazer quando não quero. É conhecer os seus limites. Liberdade é a nossa possibilidade de escolher!

Beme